quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Concurso Nacional de Leitura 2018_2019


Parabéns a todos os alunos que aceitaram o desafio de participar na  1.ª fase do Concurso Nacional de Leitura!




Anunciamos, seguidamente, os vencedores do nosso agrupamento.


VENCEDORES:



1.º ciclo
  • Maria Beatriz Aleixo Ferreira
  • Inês Sofia Correia Matias


2.º ciclo
  • Santiago Cardoso Pereira
  • Simão Manuel F. Morais


3.º ciclo – Ensino Básico 
  • Sara Silva Gaspar (Escola Básica 2/3 D. Pedro IV)
  • Bárbara Dias Rodrigues Guerreiro Duarte (Escola Secundária Miguel Torga)


Ensino Secundário
  • José Alberto Ramos Catalão
  • Inês Catarina de Jesus Saramago



domingo, 9 de dezembro de 2018

Amnistia Internacional - Maratona de Cartas 2018

Por ocasião do Dia Internacional dos Direitos Humanos, a 10 de dezembro, a biblioteca da ESMT apela à participação no maior evento global de direitos humanos organizado pela Amnistia Internacional, a Maratona de Cartas.


Clica aqui para acederes ao site da Amnistia Internacional de Portugal e assinares as cartas desta Maratona.

Colabora nesta campanha para a defesa dos direitos humanos!



domingo, 2 de dezembro de 2018

Feira de Natal_Troca de livros


Convidamos toda a comunidade escolar a participar em mais uma troca de livros, substituindo um título lido por outro a descobrir.
Os leitores da ESMT esperam por ti.

Na biblioteca, de 10 a 14 de dezembro. 

Convite especial aos Encarregados de Educação, no dia  13  de dezembro, entre as 17h  e as 18:30h.






sábado, 24 de novembro de 2018

Conferência/ concerto

No âmbito do Dia Mundial da Filosofia, subordinado ao tema ”O Humanismo”, de acordo  com a questão “Será ainda possível crer na humanidade?”, foi preparada e dinamizada uma conferência/concerto pela professora de Filosofia Vanda Cachulo e o músico e professor Paulo Cordeiro. Para dar resposta à questão lançada, a professora evocou casos paradigmáticos de superação de adversidades e limitações, contribuindo assim para enaltecer a dimensão humana, no que de mais positivo ainda pode comportar. 
Com a seriedade que este assunto merece, na biblioteca apinhada com três turmas, alunos e professores assistiram atenta e prazerosamente à conferência. A plateia já estava conquistada quando os primeiros sons do trompete de Paulo Cordeiro atacaram uma composição de música concreta. O espanto inicial e a perplexidade rapidamente deram lugar a uma crescente boa disposição alimentada pela interação do músico com o público. Nesse dia, a Filosofia dançou com a Música, na biblioteca, e deu-nos esperança para acreditarmos. 




sexta-feira, 23 de novembro de 2018

A ESMT na ETerna Biblioteca

A ESMT foi convidada a integrar o painel “Para um Plano Nacional de Cinema em Sintra”, no 16.º Encontro da Eterna Biblioteca, a fim de apresentar a sua participação no projeto “Cinema, cem anos de juventude” dinamizado pela associação cultural “Os filhos de Lumière”.  Esta foi a oportunidade para divulgar uma oficina que tem vindo a contribuir para desenvolver a literacia fílmica e o gosto pelo cinema nos nossos jovens.

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Concurso Nacional de Leitura - 13ª edição


Destinado aos alunos do ensino básico e secundário, o Concurso Nacional de Leitura constitui um desafio que pretende estimular o treino da leitura e desenvolver competências de expressão escrita e oral.

Obras a ler para a 1.ª fase do concurso:


3º ciclo – Ensino Básico

Os livros que devoraram o meu pai - Afonso Cruz




Ensino Secundário

Siddharta -  Hermann Hesse















Inscreve-te já na biblioteca da tua escola!






sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares





QUEM SABE, SABE 

No âmbito da comemoração do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, foi lançado o desafio quinzenal "Quem sabe, sabe",  que se vai prolongar durante todo o ano letivo.
Congratulamos os alunos vencedores deste primeiro passatempo e lançamos o repto para que todos venham à Biblioteca testar os seus conhecimentos nas diferentes áreas disciplinares .  


ESTAFETA DA LEITURA

À semelhança de anos anteriores, vai decorrer uma Estafeta de Leitura, nos dias 29 e 30 de outubro, na qual participarão todas as turmas da Escola Secundária Miguel Torga.

Os alunos do Ensino Básico irão ler uma versão adaptada da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Os dos Ensino Secundário declamarão um poema de Jaime Cortesão, democrata, homem de letras, vulto maior da cultura portuguesa da primeira metade do século XX, diretor da Biblioteca Nacional, cargo do qual foi demitido pela ditadura militar em 1927.
Os textos selecionados remetem para os ideais do liberalismo presentes no tema deste ano do Plano Anual de Atividades do nosso Agrupamento “D. Pedro IV, liberdade e igualdade”. 

A equipa da Biblioteca Escolar agradece, desde já, a participação de todos nesta atividade.














quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Festival Olhares do Mediterrâneo – Cinema no Feminino



Cinema São Jorge, 27 de setembro

No âmbito do festival de cinema que reúne filmes de diferentes países do Mediterrâneo, 200 alunos do ensino secundário da nossa escola vão assistir a um conjunto de curtas-metragens que refletem a diversidade social e cultural destes países, num olhar particular e pouco divulgado.

Clica aqui para descobrir quem são estas cineastas e o que têm para nos mostrar.


terça-feira, 24 de julho de 2018

Novos projetos acarinhados pela BE


A parceria recém-criada entre a ESMT e a Associação Cultural “Os Filhos de Lumière” veio introduzir, em 2017/2018, uma nova dinâmica na relação escola/cinema, com a adoção de dois projetos de cariz internacional dinamizados, em Portugal, por esta associação.


CinEd, crescer com o cinema

CinEd é um programa de cooperação europeia dedicado à educação ao cinema. O seu objetivo é de facilitar a descoberta do cinema europeu ao maior número de jovens com idades entre os 6 e os 19 anos, na Europa.
Este ano, dois professores da nossa escola integraram os itinerários pedagógicos propostos por este programa, na sua prática letiva. O trabalho em sala de aula foi alternado com projeções na Cinemateca Portuguesa, onde os alunos puderam ver "O Sangue", de Pedro Costa, "Pedro o louco" de Jean-Luc Godard e "A rapariga mais feliz do mundo", de Radu Jude. Estas sessões foram dinamizadas por uma equipa de cineastas-formadores.





Cinema, cem anos de juventude

De cariz eminentemente experimental, o projeto “Cinema, cem anos de juventude”  proporcionou uma abordagem prática da literacia cinematográfica a um grupo de alunos do 9º ao 12º ano. Tal como os seus colegas europeus e de outros continentes, os nossos jovens reuniram-se com professores e profissionais de cinema para trabalharem o tema/ a questão do ano. Nestes encontros semanais, viram excertos de filmes e realizaram exercícios que culminaram com uma curta-metragem, apresentada no Cineteatro Municipal de Serpa, a 15 de junho,  no encontro nacional em que estiveram presentes todas as equipas portuguesas envolvidas neste projeto.

"Lugares e histórias" foi o tema desenvolvido em 2017/2018, no âmbito do programa “Cinema, cem anos de juventude”.

"Um lugar, no cinema, não é um simples décor, nem apenas um espaço. [...] Não é a colina ou o jardim, mas aquela colina precisa, aquele jardim único entre todos os jardins. [...] Um lugar, pelo contrário, é feito de lembranças, de afetos, diferentes para cada um, de ressonâncias pessoais. [...] Um lugar tem uma memória, uma história, muitas vezes um nome para aquele ou aqueles a quem ele importa. [...] O lugar é o que conecta o real, a imaginação e a memória. Aquilo que constitui a essência própria do cinema."
Alain Bergala* 


Apresentamos, seguidamente, "Refúgio", o filme-ensaio dos alunos que integraram o projeto “Cinema, cem anos de juventude”, dinamizado pelos formadores da Associação "Os Filhos de Lumière", a quem deixamos, aqui, o nosso profundo agradecimento.






* Crítico de cinema, ensaísta, argumentista e realizador francês.








quarta-feira, 27 de junho de 2018

Há 42 anos, no 27 de junho de 1976...


"..., vivia-se em Portugal um clima de otimismo e esperança. Depois das primeiras eleições legislativas livres, que exatamente um ano depois da revolução dos cravos dão a vitória ao Partido Socialista, a população portuguesa elege, democraticamente, o general Ramalho Eanes como Presidente da República naquela que foi uma eleição presidencial altamente concorrida. 
Para comemorar esta data, convidamos toda a comunidade escolar a visualizar os vídeos que o 12º G realizou ao longo deste ano letivo, no âmbito da disciplina de História e dentro do tema "Portugal e o Estado Novo". 
Estes trabalhos pretendiam alargar os limites da sala de aula através de uma aproximação à História oral e coletiva e de uma utilização correta das tecnologias digitais como forma de obter e transmitir informação. Contam, por isso, com vários testemunhos orais e com muita criatividade e dedicação por parte dos alunos."

Inês Branco
Professora de História, no âmbito do estágio orientado pela professora Helena Neto


"Portugal e o Estado Novo" - Vivência política



"Portugal e o Estado Novo" - O papel da mulher



"Portugal e o Estado Novo" - A guerra colonial



"Portugal e o Estado Novo" - O quotidiano